Pesquisas mostram os efeitos emocionais das paisagens à beira-mar e os benefícios físicos do mar e da água salgada
beneficios-da-praia-e-da-agua-do-mar
A velha sabedoria de que estar perto do mar é bom para a sua saúde pode ser verdade, sugerem estudos.
De acordo com a pesquisa da epidemiologista Lora Fleming – da Universidade de Exeter, na Inglaterra  – o tempo passado à beira-mar tem muitos efeitos positivos sobre a saúde e bem-estar.
A noção de que estar perto de uma praia o faz sentir saudável não é nova, é claro. Os médicos prescreviam viagens à praia ou visitas a “hospitais de banho” – clínicas especiais que ofereciam tratamentos com banhos de água do mar – já no século 18.
Mas só recentemente os cientistas começaram a estudar os benefícios do oceano para a saúde experimentalmente, disse Fleming.

Experimentos e pesquisa

Numa experiência, aos participantes do estudo foram mostradas fotografias de vistas sobre o oceano, campos verdes ou cidades, e foi-lhes perguntado quanto eles estavam dispostos a pagar por um quarto de hotel em cada um desses pontos de vista.
As pessoas estavam dispostas a pagar mais por um quarto com vista para o mar, mostraram os resultados.
Quando você coloca uma pessoa num ambiente de praia, “não vai haver nenhuma grande surpresa para você que as pessoas relaxem”, disse o pesquisador Mathew White, psicólogo ambiental em Exeter.
White e seus colegas também analisaram dados na Inglaterra, para ver como viver perto de uma costa afeta a saúde das pessoas. Eles descobriram que as pessoas que viviam perto da costa relataram uma melhor saúde.


Efeitos positivos

É possível que as pessoas que vivem mais próximas à costa sejam simplesmente ricos e tenham um melhor acesso aos cuidados de saúde.
Mas o estudo descobriu que os benefícios de saúde de proximidade do oceano foram maiores para as comunidades socioeconomicamente carentes.
Os pesquisadores também analisaram o efeito de mover-se para perto da costa. A aproximação do mar “melhora significativamente o bem-estar”, disse White.
O ambiente à beira-mar pode reduzir o stress e estimular a atividade física, acrescentou.
Os pesquisadores estão agora a fazer experiências de laboratório para estudar os benefícios fisiológicos da vida costeira. Nas experiências, as pessoas em situações de stress, como a cirurgia dental, olham para uma praia virtual, na sala dental.
O julgamento está em andamento, mas os primeiros estudos sugerem que as pessoas relatam sentir menos dor quando imersos num cenário de praia.
Estes estudos sugerem que a exposição do oceano pode ser uma forma útil de terapia, disse Fleming. Por exemplo, o surf pode melhorar o bem-estar das crianças problemáticas, disse ela.
Estudos futuros terão de considerar se as crianças e outras populações apresentam os mesmos benefícios da vida costeira, qual a “dose” ideal de tempo gasto no oceano, e quanto tempo os efeitos na saúde se mantêm.
beneficios-da-praia-e-da-agua-do-mar-2

Benefícios da água do mar

Existem outros benefícios concretos que a água salgada proporciona à saúde.
A água do mar além de rica em cálcio, ferro, magnésio, sódio, zinco e cobre é também revitalizante, anti-infecciosa, antiestresse, analgésica, bom para o mau humor e depressão.
Além disso, o sal é um esfoliante natural e favorece o rejuvenescimento celular.
  1. Regula o metabolismo
A água do mar contém minerais como o iodo, que estimula a tireóide, uma glândula que regula o metabolismo. A necessidade de adaptar-se à mudança de temperatura serve para aumentar o ritmo do metabolismo e tem um efeito muito positivo na circulação do sangue.
  1. Melhora o sistema imunológico e a circulação sanguínea
O número de glóbulos vermelhos – as células que servem para transportar oxigênio a todos os recantos do organismo – aumentam aproximadamente entre 5 a 20% depois de um banho no mar.
Ainda em maior proporção aumentam a quantidade de glóbulos brancos, que são as células defensivas encarregadas de lutar contra os agentes infecciosos.
Como consequência, o banho de mar é útil para as pessoas com o sistema imunológico debilitado, com anemia ou com níveis altos de açúcar, já que também ajuda a baixar os níveis de açúcar.
A água fresca do mar e a posterior adaptação do corpo produzem uma benéfica massagem sobre o sistema circulatório: primeiro o sangue flui para a pele e logo retorna aos órgãos.
Isto é muito útil para as pessoas com problemas circulatórios nas pernas. Os que sofrem de hipertensão também acabam por ser beneficiados.
  1. Bom para pele
Os sais minerais em parceria com o sol regeneram a pele. Em especial devido ao efeito desinfetante do sol e drenante do mar que ajudam a limpar as impurezas.
Assim, as úlceras na pele, o lúpus, o acne e, sobretudo, a psoríase são algumas das principais doenças que melhoram substancialmente com a água do mar.
  1. Bom para os pulmões
Quando mergulhamos no mar, expiramos o ar que temos em nossos pulmões. Esse movimento proporciona a limpeza dos brônquios.
  1. Neutraliza as cargas negativas
A ideia de que um mergulho no mar ajuda a renovar as energias não é apenas uma figura de linguagem.  Os sais presentes na água ajudam a normalizar as reações bioquímicas do corpo, energizando o organismo.
  1. Bom para os ossos, articulações e musculatura
Para mover-se dentro de água é necessário mais esforço, o que faz com que pessoas com problemas de obesidade possam realizar um exercício físico mais intenso, mas com baixo impacto.
O esforço necessário para manter o equilíbrio no vai e vem das ondas também tonifica os músculos.
O mar tem também um efeito analgésico, indicado para pessoas com dores e problemas musculares, articulares, vertebrais, reumáticas, circulatórias, pós-traumáticas e pós-cirúrgicas.
Está, de fato, comprovado que a água do mar pode abrandar o avanço do reumatismo em longo prazo, sobretudo se o tratamento é acompanhado de uma dieta e hábitos de vida saudáveis.
Além disso,  a água do mar é rica em magnésio, substância responsável por relaxar a musculatura do corpo. Um mergulho no mar pode ajudar a diminuir o estresse e dormir melhor.

 Fonte: http://www.vidaplenaebemestar.com.br/











Gente tô por mode Felizzzzzzzzzzzzzzzz


A Ameba de Lá está cá













Sempre ouvimos falar que devemos substituir pensamentos negativos por pensamentos positivos, só que apenas a nivel consciente(Cerebro Frontal), não é suficiente, uma vez que a maior parte de quem somos está guardado no subconsciente (Cerebelo).

A forma de chegar no subconsciente é através da meditação.

Temos que atuar em duas linhas. Uma é, ir eliminando os pensamentos negativos, que já foram gravados, então pela meditação. E outra linha é, deixar de produzir pensamentos negativos.

Vamos entender como produzimos pensamentos negativos. Começamos por comparar a atitude dos homens com a atitude dos animais. O animal quando está em perigo foge, e se consegue escapar, uns minutos depois já está bebendo água tranquilamente no rio, sem pensar no susto do perigo.
Quanto aos homens, uma vez que nosso cérebro é mais desenvolvido, temos a capacidade de pensar, e pensamos demais. Nosso estado mental altera nosso padrão energético. E a energia que liberamos para fora é a energia que vamos receber de volta das outras pessoas (Lei da Atração).

Uma vez que o cérebro não distingue imaginação da situação real; cada vez que lembramos algo ruim, estamos gerando mais pensamentos negativos. E também, cada vez que adiantamos e nos preocupamos por uma possível desgraça, também produzimos pensamentos negativos. E quando de fato ocorre algo ruim, produzimos pensamentos negativos. Ou seja, o triplo de vezes que os animais.

Durante a meditação, se somos sábios, devemos soltar nossa imaginação e produzir tudo quanto conseguir de situações positivas, de abundância, de amor, de saúde e de felicidade.
Para manter o equilíbrio e anular parte do que criamos ou relembramos de negativo durante o dia, deveríamos meditar cada dia. Não tem tempo? Todos temos 24hrs, é mera questão de etiquetar a meditação como “importante” para não dizer ESSENCIAL em nossa vida, e designar um espaço para ela, cada dia. Ficou claro?

Ao fazê-lo, garanto que a vida se encarregará de enviar-lhe sinais, de que seu esforço está surtindo efeito. Assim, se você escolher diminuir a tristeza em sua vida, medite sobre momentos alegres; se escolher eliminar a doença, medite sobre uma vida saudável como seria cada detalhe; se escolher acabar com a escassez de dinheiro, medite sobre a abundância, como seria?

Nos vemos logo!
Algum dia se deu conta de que estava sem energias, cansado e desanimado de tudo?
Não gostou nada deste sentimento, certo? Então mude.
Como? Vou explicar algumas pautas para começar.
Está provado cientificamente que quando colocamos atenção em um determinado ponto, emitimos uma energia à ele. Em outras palavras, com a observação (ou a imagem na mente) podemos transmitir energia a este foco (seja ele objeto, pessoa ou situação).
Tudo está em nosso cérebro e para mudar é necessário uma transformação pessoal (foco).
Observe algumas de nossas crenças para poder escrever outra história. Crenças são aqueles valores que achamos que é nosso mas na realidade foi um professor,uma religião, um trauma que o colocou no seu subconsciente. Olhe para ele! Tudo que está no nosso subconsciente podemos acessá-lo através da Meditação. Este é o centro dos nossos programas, como fomos nós que os colocamos ai, podemos desgravá-los e escrever novos.
Cada vez que tiver um pensamento negativo diga: Mudar
Neste momento o cerebro se assusta e para a execução do programa automático. Então pense como gostaria que fosse a situação, reescrita de forma positiva. É bom lembrar neste ponto que: A energia que enviamos para fora é a energia que recebemos do exterior.
Aqui entramos numa parte importante que é o "espaço" entre a pessoa que você sabe que é no seu interior e a "imagem" que quer passar para os outros. Esta lacuna exerce uma grande pressão em nós. É como se estivessemos segurando em uma mão um mundo e com a outra mão um outro mundo. Imagine a força que tem de colocar para manter o equilíbrio. Passe a ser "unico" e terá energia de sobra para usar na criatividade na nova forma positiva que você optou ser.
Essa diferença veem das máscaras que vamos colocando ao longo da vida em nós mesmos. A máscara que oculta a insegurança, a que oculta a tristeza, a que oculta o medo. Querer mudar é ir dissolvendo cada uma delas. Isso se faz com a observação. Que máscara quero tirar esse mes?
No próximo artigo falaremos da Meditação e o chacra do sistema imunológico.
Um abraço forte e Animo!